Instalação de portas

CUIDADOS COM PORTAS E PRODUTOS DE MADEIRA

Portas de abrir, pivotantes, batentes: cuidados importantes a serem tomados

Antes de “chumbar” o batente na parede, especialmente em portas pivotante, é “necessário” seguir as instruções abaixo:

  1. As portas pivotantes são entregues montada no batente com pivot. Na instalação a porta NÃO deve ser desmontada do batente, sob risco de desalinhamento do batente. Não compre portas pivotante sem estarem com o batente preso a porta, isso evita problemas na instalação por falha do montador (profissional contratado para instalar a porta);
  2. Antes de chumbar o batente com a porta na parede de alvenaria, o pedreiro (carpinteiro ou mestre-de-obra), responsável pela montagem deverá:

a) Travar o batente na parte superior, 2 travessas de madeira divididas ao centro do batente e uma travessa na parte inferior do batente. Essas travessas de madeira deverão ter a função de puxar ou empurrar a perna do batente de forma que a mesma fique totalmente reta e não venha a “tocar” a porta depois que o batente estiver chumbado e a porta funcionando.

b) Travar, da mesma forma, do outro lado do batente. Especialmente em batentes largos, acima de 14cm. Travar o batente não significa simplesmente colocar as madeiras ligando as pernas do batente, mas sim conferir e re-alinhar  as pernas do batente afinal as pernas de batente são de madeira e estão sempre suscetíveis a trabalhar.

c) Batentes largos, com por exemplo: 17cm, 23cm, devem ter cuidado redobrado por parte do pedreiro que irá chumbar o batente, pois ele deverá conferir o alinhamento e ajustar.

d) Se o batente apresentar alinhamento curvo para fora, com cunhas de madeira o pedreiro empurra o batente para o alinhamento correto. Se o alinhamento for para dentro, basta colocar a travessa de madeira empurrado o batente, forçando-o a abrir de forma que fique alinhado. Há situações que ambas técnicas devem ser utilizadas. O bom profissional certamente saberá como alinhar o batente.

  1. Se o pedreiro ou responsável  pela fixação do batente na parede não souber alinhar o batente, significa que deverá contratar um profissional para alinhar e fixar o batente na parede, para então o pedreiro chumbar o batente.
  2. Não recomendamos a instalação de batentes de madeira de lei com espuma expansiva. Madeiras de lei exercem maior força quando trabalham do que madeiras brancas como pinus e eucalipto. Prefira chumbar com cimento na forma tradicional.
  3. Distribua os pregos de forma homogenea ao longo do batente para garantir maior travamento e evitar a madeira “trabalhar” depois de chumbada na parede. Cuidado redobrado em batentes com largura superior a 14cm. Exemplo: batentes com 25cm. Dê preferência pelo uso de parafusos sextavados no lugar de pregos, tanto para montar o batente quanto para chumbar os batentes.

Especialmente portas pivotantes e portas com tamanho fora do padrão deverão ter fechaduras e travas de segurança imediatamente instaladas assim que a porta/batente estiver chumbado na parede. A madeira poderá empenar acima do tolerável se não forem observados os cuidados abaixo.

Leia atentamente as instruções a seguir

Água e madeira

A madeira é um material higroscópico, isto é, naturalmente absorve e expulsa água dependendo da umidade do ambiente em que ela está.

Sempre contendo água, a madeira constantemente troca vapor de água com o ar, absorvendo-o quando a umidade relativa do ar está alta, e perdendo-o quando a umidade do ar está baixa. Como a madeira incha quando absorve água, e encolhe quando a perde, tanto a sua umidade quanto as suas dimensões são controlados pela umidade relativa do ar ao seu redor.

Apesar da temperatura e da umidade relativa do ar variarem bruscamente em um curto período de tempo, o grau de umidade da madeira muda devagar. Mudanças no grau de umidade de madeiras com acabamento ocorrem ainda mais lentamente, porque o vapor d água precisa atravessar o acabamento. Por causa desta diferença de tempo entre as mudanças das condições do ambiente e a alteração na umidade da madeira, flutuações rápidas no ambiente, mesmo que bruscas, não têm grande efeito sobre a umidade da madeira. Mas com exposição prolongada – semanas a meses – a madeira acabará por entrar em equilíbrio que é regulado pela média de umidade relativa do ambiente.

Se o teor de umidade da madeira for maior que o equilíbrio a uma dada umidade relativa, a madeira perderá umidade e encolherá em volume. Por outro lado, se a madeira estiver mais seca que o equilíbrio a uma dada umidade relativa, absorverá umidade e inchará. O movimento de encolhimento e inchaço da madeira varia de espécie para espécie e com a direção da grã da madeira. Isto ocorre, pois a estrutura da madeira é diferente para cada espécie. A quantidade de encolhimento ou inchaço é 2 vezes maior na superfície tangencial de uma tora de madeira do que na superfície longitudinal.

Madeiras muito secas na etapa do acabamento são tão ruins quanto madeiras muito úmidas, pois em ambos os casos, qualquer alteração no teor de umidade causará movimentação da madeira.

Sol e madeira

Os raios solares atacam o verniz, além de aquecer uma das faces da porta (a face que fica exposta), recebendo raios solares. O sol aquece uma das faces da porta fazendo com que a porta possa trabalhar. Locais que pegam grande corrente de vendo também influenciam a estrutura da porta. Isso ocorre devido:

  1. Toda matéria trabalha sob influência de calor;
  2. A madeira é um material higroscópico, isto é, naturalmente absorve e expulsa água dependendo da umidade do ambiente em que ela está e o sol, assim como correntes de vento muito secas ou úmidas influenciam a troca umidade interna da madeira;
  3. O Sol, assim como o vento interferem na porta seja qual for sua constituição interna, ou seja: portas maciças, semi-ocas, sólidas laminadas, melamínicas, todas elas sofrem com a ação de sol e umidade em maior ou menor grau.

Efeitos no acabamento

A variação no grau de umidade é reduzida consideravelmente com aplicação de demãos de tinta ou verniz. É comum observar que quando um acabamento numa peça racha, devido à alteração no teor de umidade, normalmente começa numa borda ou emenda sem pintura, e é mais severa próxima à emenda ou borda do que na região central. Dessa forma aplique o acabamento em boa quantidade e o quanto antes.

Qualquer alteração no teor de umidade resultará em movimento da superfície da madeira sob o acabamento e se repetido freqüentemente, esse movimento de contração e expansão pode comprometer seriamente o acabamento.

Travamento da porta

Não deixe a porta presa somente pelas dobradiças, sem a instalação de fechaduras e travas de segurança, sob o risco de empenar. Tenha ainda mais cuidado com portas pivotantes uma vez que a sua dimensão é maior.

Pintura

Nunca usar tintas e massas a base de água (PVA, etc.), em portas de madeira laminadas. Existem tintas e massas próprias para madeiras laminas. Leia atentamente s instruções contidas na embalagem das tintas e massas que adquirir.

A Compensados Dourados não é responsável pela montagem incorreta do batente/porta na obra. A montagem deverá seguir rigorosamente as instruções acima.

CUIDADOS COM PORTAS REVESTIDAS EM FÓRMICA OU MELAMINA

Móveis que possuem o acabamento em fórmica e melaminicos possuem como vantagem a resistência, durabilidade, estabilidade da cor e beleza, garantindo praticidade e facilidade em sua manutenção. Os MDF decorativos ou brancos, revestidos em papel melamínico são mais resistentes que as tintas e lâminas de madeira, inclusive em situações de pequenas batidas, derramamento de produtos químicos e agentes de limpeza. Porém, é sempre importante lembrar que também exige cuidados especiais, como segue abaixo.

 Para se realizar a limpeza dos mesmos precisa-se utilizar um pano limpo ou tipo flanela para retirada do pó, no caso de sujeiras mais intensas, um pano limpo umedecido com água e sabão ou detergente neutro.

Atenção para os produtos “não recomendados”:

  • hipoclorito de sódio puro (pode manchar o laminado);
  • sapólios (abrasivo);
  • varsol (engordura e mancha);
  • thiner (engordura e mancha);
  • aguarrás (engordura e mancha);
  • querosene (engordura e mancha);
  • cera (engordura e mancha);
  • palha de aço (abrasivo e risca).

O Sol, assim como água da chuva ou jogadas com magueira, compromentem a estrutura da porta. O sol faz o acabamento melaínico curvar quando fica aquecido, aprensentando aspecto de madeira rústica pois as almofadas ficam”arqueadas para fora” devido ao calor exercido pelos raios solares.

 A Compensados Dourados não é responsável pela montagem incorreta do batente/porta na obra, bem como uso incorreto do produto. A montagem deverá seguir rigorosamente as instruções acima.

CUIDADOS COM SEU PUXADOR

As dobradiças e puxadores são de metais com alta resistência à oxidação, embora o tratamento utilizado na sua elaboração não impeça a ocorrência, principalmente em ambientes que haja exposição de produtos químicos e sais em grande circulação.

No que se refere aos produtos em que se utiliza perfil de alumínio, estes possuem uma anodização industrial que evita a oxidação, mas desde que também não tenha contato direto com produtos corrosivos.

Deve se ter o mesmo cuidado com os puxadores de aço cromado e alumínio escovado, utilizando um pano tipo flanela para retirada de pó, e em caso de sujeiras mais intensas, um pano limpo umedecido com água e sabão ou detergente neutro. Quando se quiser fazer a peça retornar ao seu brilho inicial e evitando em conjunto a oxidação, a utilização de silicone líquido garante esse rejuvenescimento da peça. Nas peças de alumínio polido recomenda-se a aplicação de produtos específicos denominados “Brasso” ou “Silvo”. Este produto também pode ser utilizado na remoção de manchas e pequenos pontos de ferrugem em peças cromadas. Nunca utilize esponjas de aço ou palha de aço para a limpeza de metais, haja visto que a possibilidade de riscar a peça é muito grande, podendo danificar a mesma.